Notícias
18/05/2020 - Saúde
Município abre sua segunda Sala de Vacinas nesta terça-feira
A prefeitura de Minas do Leão abre nesta terça-feira, 19, a segunda Sala de Vacinas do município. Ela ficará no Posto de Saúde João Thadeu de Vargas Alves, no bairro Recreio, e servirá para a aplicação das vacinas de rotina, como meningite, sarampo, hepatite B e tuberculose. Ou seja, a vacina da gripe, neste momento, não será aplicada na sala. 
 
A partir de agora, os moradores dos bairros Recreio, São José e Coréia devem se dirigir a esta unidade de saúde para tomarem as vacinas de rotina. A equipe irá colocar as carteiras em dia para quem tiver alguma vacina faltando. Para evitar aglomeração, é sugerido que se ligue para o posto a fim de informar o horário que pretende ir. O telefone é o 3694.1087. 
 
A outra Sala de Vacinas em funcionamento no município fica no Centro Municipal de Saúde Rosa Maria Oliboni Luiz, no Centro, e atenderá os moradores do Centro, Santa Albina e São Miguel. As duas salas não aplicarão vacinas da gripe neste momento, pois, para evitar qualquer aglomeração, a Secretaria de Saúde está executando a Campanha de Vacinação Contra a Gripe em ações de visitas domiciliares e drive-thrus. 
 
Para o prefeito Miguel Almeida, a ação é resultado de um planejamento feito pela administração municipal, buscando descentralizar os serviços de saúde. “A remodelação do Posto do Recreio, que fizemos em 2019, ocorreu para conseguirmos ofertar mais serviços nesta unidade de saúde, que atende uma região populosa da cidade. É uma satisfação podermos ofertar as vacinas de rotina neste posto a partir de agora, evitando um deslocamento até o Centro”, comenta o prefeito.
 
Segundo a secretária de Saúde, Jociane Puchpon, a abertura da Sala de Vacinas no Posto do Recreio está sendo possível graças a obra de ampliação do espaço, feita no ano passado. “O município investiu R$ 117 mil em recursos próprios para praticamente duplicar a estrutura do Posto João Thadeu. Nesta semana começaremos a operar na nova Sala de Vacinas, contemplando pelo menos três bairros”, destaca a secretária.
Leia Também
veja mais notícias