Notícias
27/11/2019 - Gabinete do Prefeito
Duplicação da ponte sobre o Arroio Taquara, que liga os bairros São Miguel e Santa Albina, começa nesta segunda, dia 2

As obras de duplicação da ponte sobre o Arroio Taquara, entre os bairros São Miguel e Santa Albina, começarão na manhã desta segunda-feira, 2 de dezembro. Durante a execução dos trabalhos será necessário bloquear o trânsito na Rua José Wisniewski.

 

Nos dias letivos que ainda restam em 2019, o trânsito da comunidade escolar será feito pela passarela (pinguela) que fica atrás do Supermercado Bitencourt, para quem vai a pé para a escola. De carro, moto ou bicicleta, as ruas João Luiz Cardoso e Quirino Gonçalves Pinheiro podem ser usadas, com acesso pela BR-290.

 

Uma reunião com moradores do bairro São Miguel, na última semana, detalhou o complexo de obras que será executado no bairro até fevereiro do ano que vem. As ações incluem a construção do sistema de Traffic Calming em frente à Escola Municipal São Miguel, calçadas ao longo da Rua José Wisniewski, a completa reconstrução da praça ao lado da Associação de Moradores e a duplicação da ponte. 

 

Os investimentos e detalhes das obras foram apresentados pelo prefeito Miguel Almeida. Orçadas em R$ 1,2 milhão, as ações começaram a ser executadas nesta semana. O maior impacto para o bairro, durante a execução dos trabalhos, será a interrupção do trânsito na região da ponte, fazendo com que moradores tenham que desviar a rota pelos outros acessos do bairro e pela BR-290.

 

Nos últimos meses, o executivo estudou diversas possibilidades para manter ao menos o fluxo de pedestres no local, mas todas as alternativas foram inviáveis. “Acima de qualquer coisa, precisamos primar pela segurança das pessoas”, destacou o prefeito Miguel Almeida ao comentar que opções como uma passarela provisória de madeira não seria uma alternativa válida. As obras estão iniciando agora para que possam ser executadas, a todo vapor, durante o período das férias escolares. 

 

“Não se faz obra sem um mínimo de transtorno na nossa rotina. Isso vale até para qualquer reforma na casa da gente. Seria impossível executarmos tantas obras ao mesmo tempo em um bairro sem que as rotinas fossem alteradas. Trabalhamos muito, nos últimos meses, planejando essas ações e buscando diminuir ao máximo os impactos para os moradores, mas teremos, sim, três meses de intensas obras no bairro São Miguel e, por isso, pedimos a compreensão dos moradores e de quem transita pela região”, destaca o prefeito. 

 

Ainda em 2018, um movimento de pais e mães de alunos da Escola São Miguel reivindicou medidas de maior segurança principalmente nos horários de entrada e saída dos alunos. Paliativamente, a Secretaria de Educação orientou a liberação dos alunos em horários alternados, de cinco em cinco minutos, diluindo o fluxo.

 

O conjunto de obras que está sendo executado permitirá que o trânsito de pedestres seja feito por calçadas exclusivas e espaçosas, a ponte duplicada e um sistema que obrigará veículos a reduzirem a velocidade em frente à escola, além de proibir o tráfego de veículos pesados. 

 

Durante a reunião também se manifestaram a secretária de Educação, Silvia Lasek, o secretário de Governo e Assuntos Institucionais, Paulo Cesar Nunes, e o responsável pelos projetos e convênios da prefeitura, Antônio Carlos Krigger. O encontro também teve a presença do vice-prefeito Vilmar Lobão, da diretora da Escola São Miguel, Yonara Silveira, do secretário de Obras, Vagner Cunda, vereadores e comunidade. 

Leia Também
veja mais notícias